"Abaixo a chapinha"

Quem segue o Just Lia deve ter percebido uma seção de posts nova no blog: Batalha. Nele, a Lia coloca o visual novo e o anterior de uma famosa e as leitoras votam no seu favorito. Nessa semana, a escolhida foi Blake Lively. Não que ela tenha cortado os famosíssimos cabelos loiros que a tornaram a “nova Jennifer Aniston” dos salões de beleza, mas na semana passada, segundo o blog, Blake começou a usá-los cacheados. Nada demais, já que o cabelo dela é naturalmente assim.

PrintScreen do post Batalha: Blake Lively do Just Lia

Como eu esperava, o visual “antigo” está sendo mais votado e isso me incomodou, é claro. Não que eu ache que as pessoas devam compartilhar da minha opinião, mas me incomoda muito a aversão que as pessoas têm a cabelo cacheado. Sei que o número por si só diz pouco, mas os comentários do post dizem muito. Neles, lemos coisas do tipo rebelde, bagunçado, armado, largado e até “abajur”. (Preciso falar da vontade de pular na garganta da moça que disse que parece um abajur?)

Talvez seja uma coisa que vem lá da infância. Cresci em uma época em que estereótipo de beleza passou a ser o cabelo liso. Raramente, alguma famosa ousava aparecer com os cabelos cacheados. Digamos que foi o boom das chapinhas. As mocinhas de novela, as modelos e as mulheres “comuns” só usavam seus cabelos lisos. Nisso, eu me sentia um peixe fora d’água. Minha mãe, minhas tias, minhas primas e minhas coleguinhas de escola tinham cabelo liso. A infância toda, era como se o meu cabelo fosse feio e errado porque fugia do padrão.

Isso se seguiu até a adolescência. Aliás, essas coisas tendem a piorar na adolescência. Tive fases de só usar o cabelo preso e até mesmo de simplesmente não sair de casa porque tinha vergonha. Além disso, me incomodava muito ir a salões de beleza. As cabeleireiras sempre insistem em alisar seu cabelo depois de cortar, né? Isso sem contar os inúmeros convites para fazer escova progressiva, definitiva, de chocolate e o diabo a quatro para “resolver todos os meus problemas”. E talvez um dos momentos mais irritantes foi quando pedi para uma cabeleireira não escovar meu cabelo depois de cortar e ela me disse que não podia me deixar sair do salão “daquele jeito”, que ela tinha uma reputação a zelar.

Depois, cresci, amadureci e passei a me importar bem menos com que as pessoas diziam. Um dos momentos cruciais foi conhecer a chefe do meu pai. Eu sei que parece nada a ver, mas achei o máximo a mulher que mandava no meu pai (o cara que eu mais admirava na vida) ter cabelo cacheado. Outra coisa que fez diferença foi aprender a cuidar do meu cabelo melhor e deixá-lo bonito e natural. Descobri que meu cabelo era lindo e que minha opinião era a única que importava.

Não acho errado alisar o cabelo. O “abaixo a chapinha” do título foi apenas para chamar atenção. Eu acredito que devemos fazer o que nos faz feliz, o que nos faz sentir melhor. Mas acho importante parar para refletir se nossa relação com nossa imagem é baseada na nossa opinião verdadeira ou se pensamos assim por pressão da sociedade.

Debora Bloch – Juliana Alves – Ana Paula Arósio – Ísis Valverde – Paloma Bernardi – Cláudia Ohana – Patrícia Pillar – Leandra Leal – Maria Fernanda Cândido – Cris Vianna – Halle Berry – Shakira – Beyoncé – Joss Stone – Kesha – Mary Kate e Ashley Olsen – Nicole Kidman – Kate Winslet – Megan Fox – Kate Hudson
Anúncios

23 comentários sobre “"Abaixo a chapinha"

  1. Adorei o post, Dani!
    Me encaixo perfeitamente na sua descrição: sempre sofri mt com o cabelo cacheado! Mas as cabeleireiras sempre elogiavam meu cabelo e me perguntavam porque eu deixava preso e não assumia… Infelizmente nunca consegui domar os cachos tão bem como as famosas, porque eles não são como os delas!! E, com isso, só usava o cabelo solto quando conseguia ter 2h pra arrumá-lo etc etc…!
    Minha salvação, rs, pra poder usar o cabelo solto e não precisava me preocupar tanto com eles foi fazer escova progressiva! E to amando meu cabelo assim! É claro que o gasto é mt maior, mas a satisfação em poder passar a mão no cabelo sem ele armar e poder arrumar muito mais fácil não tem preço!!
    Mas acho que é interessante a pessoa fazer porque é incômodo de verdade, não pq tá na moda…!
    Beijos pra vc!

  2. Amei o post!
    Eu sempre tive problemas com meu cabelo, queria que diminuisse o volume, pois não aguentava acordar com o cabelão e ter que pentear (preguiça mesmo). Houve tempos que eu ficava com ele muito preso, não soltava por nada. Ai foi quando eu fiz progressiva (nao me maataa HSUAHS) só que meu cabelo cresceu e voltou os cachos e voltou o volume. Agora tento me conformar com meu cachos, faço algumas hidrataçoes e deixo solto mesmo! pois são lindos!( só as vezes que fica uma coisinha…)
    E realmente é de deixa com um ponto de intorregoção quando vejo menininhas de 12 anos super Paty, super maquiadas e super in comodadas com seu natural.
    Enfim, beijoss *-*

  3. Ameei o post, eu adoroo cabelo cacheado e, surpreenda-se, sempre sofri pelo meu cabelo ser suuper liso e suuuper fino. Não conseguia fazer um rabo de cavalo pq faltava cabelo, nem colocar qlquer acessorio no cabelo pq escorria =/ Depois aprendi a cuidar do meu cabelo e ele tá dando uma engrossada. Tenho que ouvir sempre: ah, qual o alisamento q vc fez? ¬¬ Pacieeencia, mta paciencia.. mas fazer oq né, temos que aprender a nos gostar =D

    Beijaao, bom começo de semana
    Bru
    justbru.blogspot.com

  4. Ahhhhhh, mas a Blake fica muito mais bonita de cabelo cacheado e juro que não estou falando isso apenas porque tenho cabelo cacheado hahaha Sério, nós, donas de lindos e complexos cabelos cacheados, precisamos nos assumir, assumir nossos cachos e condenar a chapinha à fogueira!

  5. Ai para com isso! Só pq agora eu ganhei uma chapinha, as pessoas vão declarar morte a chapinha? Naoooooooooooo. Nao façam isso comigo! kkkkkkkkkkkk

  6. Adorei o post! Eu AMO cabelo cacheado! Cheguei até a pensar em fazer permanente só nas pontas mas desisti porque sei que não vou ter tempo pra cuidar.
    Eu tenho cabelo ondulado, mas faço chapinha todos os dias. Por que? Por que acho que meu cabelo é um ondulado feio.. já usei de tudo e não consegui deixa-lo bonito. Então me resta a chapinha, né? haha.
    Mas enfim, eu tenho duas amigas que tem cabelo cacheado e eu acho liiiindo demais! *-*

  7. Uma coisa é a garota querer ter cabelo liso por “imposição” social e outra é por opção. Concordo que cabelo enrolado dá trabalho, as vezes tem uns q nem com máscara e leave in bons dá jeito. Na verdade, cada um deveria viver do jeito q te faz sentir bem. Eu tenho cabelo ruim, que não é nem enrolado bonito e nem liso. Poderia ficar igual ao da Blakely? Poderia sim, mas dae eu viraria escrava de uma prima da chapinha, o babyliss.

  8. Que pessoas ignorantes. Mal sabem que o cabelo cacheado é considerado o mais sexy. Prova disso é que as pin-ups só usavam cabelos cacheados (e eram todas lindas e perfeitas). Acontece que cabelo liso é bonito para o dia a dia e só.
    Amei seu post. É uma pena toda essa ignorância das pessoas de só verem o lado de uma coisa e não a outra.

  9. Então.. eu tenho cabelo cacheado e como você passei quase a maior parte da pré-adolescência e adolescência com vergonha dele e passando a maior parte do tempo com os cabelos presos. É difícil não se importar com a opinião dos outros nessa época da nossa vida, a gente se sente insegura e nunca acha que é boa ou bonita o suficiente. Para completar, o modelo de beleza ainda é o cabelo liso, então passei por tudo que você citou de ir no salão e quererem fazer escovas em mim e de ver praticamente todo mundo ao meu redor com cabelos lisos (naturais ou não). Depois de um tempo você vai caindo na real e acaba não dando a mínima importância para a opinião dos outros e percebe que o primeiro passo para ser bonita é se aceitar do jeito que é. E foi assim comigo, começou quando resolvi cortar os cabelos e fiz a incrível descoberta de que cabelos cacheados não ficam volumosos curtos, é só escolher o corte de cabelo certo e olha… recebi tantos elogios que pretendo continuar com esse corte por um bom tempo! ;)

    Adorei o post e principalmente o blog, li os posts anteriores e os acheis bem interessantes!! :D
    Beijos

  10. meu maior problema em não ter o cabelo liso é com as cabelereiras. elas NUNCA entendem que não dá pra fazer aquele corte da revista ou da novela, porque o meu cabelo não é liso e não vai ficar bom. elas sempre falam: “mas daí você faz uma escova”. e eu sempre digo que nem penteio o cabelo, quanto mais fazer escova. saio sempre frustrada. mas é a vida. não vejo a hora de cachos serem moda pras moças aprenderem a fazer cortes mais democráticos ^^

  11. ai meu deeeeeus!! eu concordo com tudo que você falou!

    quando eu era bem pequena, sonhava em ter cabelo liso e fiz escova a primeira vez com uns 11 anos. me realizei. mas aí na asolescência todo mundo começou a alisar e eu desencanei. ficar queimando o cabelo à toa, deixar lambido e sem graça. só gosto de cabelo liso quando tem bastante volume.

    e, sim, natural é bem melhor. sempre.

  12. Amei seu texto. É praticamente a minha história de vida. haha Tudo isso que vc descreveu eu tb sofri. Confesso que quando eu era mais jovem eu tinha paciência para cuidá-lo. Hoje estou num processo de diminuir o volume dele, logo, diminuir os cachos. Vamos ver o que dá!

  13. Acho cabelo cacheado um charme, mas nos outros. Meu cabelo era beeeem cacheado e muito (MUITO MESMO) volumoso, incomodava muito, pouco prático, daí resolvi ''passar formol'' (hehe, tô brincando, tenho medo disso). Agora não sobrou nenhum cachinho pra contar história, mas ainda acho muito lindo nas pessoas. Cachinho é que nem cabelo curto, eu adoro, mas nenhum dos dois serve pra mim, devido ao terrível volume =(
    Mas é muito difícil eu achar alguém feio de cabelo cacheado, fica fofo, despojado. Bacana!

    Quanto a tua vontade de se transformar na Joss Stone, vai em frente! Transformações são sempre bem vindas! Procura um bom profissional e se joga…

    Bom, e pra quem é lisa, o salvador 'babyliss' =)

    *Adorei teu blog, tão fofinho, dá vontade de apertar ^^

  14. Posso te abraçar? Deixa?! Porque, olha, é tão difícil encontrar uma moça que defenda a beleza natural assim como eu. Não sou adpeta a maquiagens nem químicas no cabelo. Tudo bem, vez e outra uso o mínimo de maquiagem, porque um “tapa” na aparência nunca é demais. Também não vou sair por aí com cara de múmia. Mas os cabelos, esses sim, preservo como a natureza hahaha nunquinha na minha vida usei química, nunca pintei e poucas vezes passei chapinha. Prefiro manter minha beleza natural, sem muitas máscaras. Às vezes tenho medo dessas mulheres começarem a derreter! Sério. É tanto botox, tanta maquiagem, tanto tudo (!) que, de pele limpa, elas podem até parecer uma pessoa completamente diferente.

  15. Eu gostei do seu post: uso cabelo encaracolado e acho lindo… na realidade não é encaracolado, mas é bem ondulado. Eu não gosto de cabelos lisos, acho super sem vida… cabelos assim não tem graça.

    Eu gosto de passar maquiagem mas não é nada que eu pareça um extrato de tomate: rímel e m glitter nos olhos porque eu sou bem Ke$ha. Às vezes, nem gloss eu uso… é que nem você diz: os dias em que você é mais elogiada são aqueles em que você não tá com maquiagem. A gente tem que aprender a se sentir bonita sem maquiagem.

    Parabéns pelo blog… pelo nome achei que só ia falar de chapinha, mas eu me surpreendi com você defendendo os cabelos cacheados.

    Tenha um bom feriado (:

    Bjonas ♥

  16. Fui lendo seu texto e concordando com cada linha escrita! haha Acho ótimo encontrar gente assim, que defende os cabelhos cacheados. Porque né, eles vivem levando fama de “cabelo ruim”, como se só os lisos fossem bons… Triste isso. Acho muito mais bonito quando alguém assumo o cabelo que tem ao invés de ficar fazendo mil chapinhas. Sério, viro fã. Enfim, cabelos cacheados tem seu valor! <3 Amei o post! E o mundo tá precisando de mais gente assim, natural. haha ^^

    Beijos

  17. Já tinha lide pelo Google Reader esse post logo quando você publicou, mas essa ferramenta mágica do Google tem seu outro lado: não visitar diretamente o blog faz você comentar menos. Mas como é o Sem Formol faço toda a questão de vir aqui comentar.
    Bom, tenho cabelo crespo. Cacheado não, crespo sim porque sou negra. Passei um tempo da minha vida lutando contra isso, mas já parei com isso há alguns anos e confesso que sou bem mais feliz agora. Ok, dá um extremo trabalho ter cabelo crespo E bem cuidado (minha mãe é cabeleireira e essa é maior sorte da minha vida!), mas confesso que sou muito mais elogiada hoje com meu cabelo do jeito que ele é.
    Fiquei bastante satisfeita com esse post e acho que cada vez mais as pessoas têm que se olhar e se gostar da maneira que elas são. Muito bom o texto!
    Um grande beijo! =)

  18. eu sempre amei a Shaki, então nunca me incomodei mto com meu cabelo cacheado… o problema é q dá mto trabalho, então as vezes eu alisava (chapinha) pra não ter que lavar toda hora. Afinal, sabemos q cabelo cacheado é mto mais lindo, mas dá trabalho manter os cachinhos bonitinhos.
    rs

    bjs
    adorei o post!

  19. Eu gosto também de quem usa cabelos naturais. Mas é engraçado que essas fotos que vc postou, quase nenhuma é natural de verdade. O cacheado ou ondulado delas são aqueles “feitos” no cabeleireiro, com muitos produtos e tratamento e babyliss. Enfim, são mulheres da mídia, precisam aparecer sempre montadas. O que quero dizer é que é difícil a mulher se assumir 100% natural sabe. Poucas as mulheres que conheço que o são de verdade, hoje em dia é raro.
    (me parece que a atriz Débora Nascimento usa o cabelo natural, acho lindo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s