O Meme Literário de um Mês 2012: Dias 19 e 20

Dia 19 – O que você acha da elitização da literatura?

Você acha que realmente só é intelectualizado aquele que lê os clássicos da literatura? Que ler 1000 livros “de banca” não equivalem a 10 clássicos? O que você acha das pessoas que criticam a literatura “para a massa”, os blockbusters literários? É mesmo possível julgar o nível de intelecto de uma pessoa pelo que ela lê? Você tem algum preconceito literário?

Calma, gente! Vamos por partes que essa pergunta é bem grande e complicada e não sei bem se vou me fazer entender.

Não acho que só é intelectualizado quem lê os clássicos da literatura. Para mim, intelectual é aquele que se interessa, se dedica à cultura. Para tal, ele não precisa obrigatoriamente ler os clássicos da literatura. Eu mesma li muitos clássicos e não me considero intelectual. Ou intelectualizada, seja lá o que isso for.

Eu acho, sim, que 1000 livros de banca não equivalem a 10 clássicos. Não dá para comparar, é um fato, mas isso não significa que as pessoas não devam ler livros de banca e só devam ler clássicos. Como eu já disse aqui nesse mesmo meme, cada livro tem um propósito e cada leitor, a cada momento, tem um motivo para ler. Às vezes um clássico se encaixa nesse objetivo, às vezes um best-seller, às vezes um livro de banca…

Eu não tenho nada contra a literatura para massa. Acho que depende muito do livro e incentivar a leitura é sempre bom. Você pode começar com um blockbuster ruinzinho, ir pegando gosto pela coisa e diversificando suas leituras. Muitas vezes, tudo o que queremos é nos entreter e um best-seller pode se encaixar bem no nosso propósito.

Não é possível julgar o nível de intelecto de uma pessoa somente pelo que ela lê. Mas acredito que isso nos dá uma boa ideia, sim.

Eu tenho preconceitos literários, mas acredito que sejam poucos e procuro me condicionar a quebrá-los.

Dia 20 – Cite três livros especiais na sua vida.

Fale sobre eles.

1. A História de uma Folha, Leo Buscaglia

Esse livro não tem nada demais, acredito, mas eu o devo ter lido dezenas de vezes durante a minha infância. Como eu adorava ler mas já tinha devorado várias vezes os livros que tinha, vivia fuçando nos armários de casa a procura de novos livros para ler. Esse eu encontrei assim, por acaso, e deve ter sido o primeiro livro “grande” que eu li, embora só tenha 30 páginas. A história é bem singela, e o livro é ilustrado com fotos. Embora tenha sido um dos primeiros livros que li na vida, ainda me recordo de parte da história.

2. Harry Potter e a Câmara Secreta, J.K. Rowling

Foi no segundo livro que eu me apaixonei pela série. Não adianta me prolongar muito aqui, só quem leu a série toda, sabe do que eu estou falando. Harry Potter é magia pura e não é porque se passa em um mundo de bruxos. A história é mágica por si só, ela te envolve, os personagens te comovem e passam a fazer parte da sua vida. HP realmente fez diferença na minha vida.

3. Tonico, José Resende Filho

Meu pai leu esse livro quando era criança e me comprou para ler também. Foi mais um dos livros que li repetidas vezes e adorava. Aliás, sempre gostei de livros sobre meninos pobres, de rua, problemáticos, órfãos ou qualquer coisa do tipo.

Anúncios

2 comentários sobre “O Meme Literário de um Mês 2012: Dias 19 e 20

  1. Oi, então. Eu gosto muito do seu blog e acompanho há um tempo… O meu é relativamente novo e tal. Se quiser dar uma olhada no que escrevo, vai lá! Enfim, queria saber se podia incluir seu blog na lista lateral do meu. Pra quem for no meu ver outras opções legais e tal. Então, pode ser? É creepy a gente nem se conhecer e eu te pedir isso? hahaha Só isso mesmo!

  2. Concordo com você em relação à primeira pergunta, eu mesma às vezes estou com vontade de ler aqueles livros super inteligentes, depois tenho vontade de ler um romance besta, depois fico com vontade de ler um clássico, enfim.. depende de como estamos e da época que estamos vivendo. Além disso, não dá pra julgar uma pessoa pelo que ela está lendo, até porque quem diz que livro de banca é ruim, teve que ler para saber. Mas julgo as pessoas sim pelo que elas leem continuamente, se uma pessoa ler muito um gênero normalmente eu associo isso à sua personalidade, porque eu acredito que livros se ligam muito à nós, se tornam intímos mesmo, e se costumamos ler um tipo de livros, então é porque isso está relacionado a nós de alguma forma.

    E eu também li Tonico quando era criança, acho que tinha ele perdido aqui por casa e acabei lendo num dia de tédio. Minha mãe também leu e adorou! Não lembro da história com detalhes, mas lembro que gostei. E de Harry Potter nem preciso comentar, sou fã igual a você ;) Já o outro nunca nem ouvi falar xD

    Beijo! :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s