Resumão: março da depressão

Março é sempre um mês complicado para mim, mas esse bateu alguns recordes. Estou bem mais ocupada do que gostaria, mas não sei como minimizar os esforços ou as listas de tarefas. Também tenho estado muito cansada e, provavelmente, com a imunidade baixa visto a quantidade de vezes que passei mal nas últimas semanas. Não consigo ser produtiva por conta da falta de saúde e tenho tido uma dificuldade imensa para lidar com meu novo horário. Estou bastante ausente da Revista 21 por conta de todo o resto e só consegui postar bastante no blog esse mês graças às tags fixas.

Atrasei o resumão do mês passado e acabei me esquecendo de dois posts do 52 semanas, embora tenha dado início ao mês aqui no blog justamente com minha lista de pessoas que me deixam impaciente. Também escrevi, por conta do meme, sobre alguns dos meus sites preferidos e algumas das situações que me deixam de mau humor.

Por ocasião do 8 de março, escrevi o primeiro texto focado no feminismo do blog – eu não quero flores. Embora tenha me identificado como feminista há algum tempo e, portanto, isso tenha se refletido nas minhas opiniões e, consequentemente, nos meus textos, sinto a necessidade de escrever e discutir mais sobre temas verdadeiramente importantes para nós mulheres. Ainda esse mês, escrevi sobre o mito de que as mulheres têm mais aptidão para os trabalhos domésticos do que os homens.

Meu post favorito desse mês é uma carta para mim mesma há 10 anos – ou seja, para uma Daniela adolescente de 13. Já tinha algum tempo que eu queria escrever algo assim, mas foi o Rotaroots que deu o empurrão que faltava sugerindo essa blogagem coletiva.

Estou botando fé que virar a folha do calendário vá me ajudar a colocar a vida nos eixos. Nesse abril, temos uma folga bastante boa na Páscoa. Para mim, emendando os dias em que normalmente não tenho aula à semana santa e ao feriado de Tiradentes, terei exatos 12 dias sem aulas, nos quais pretendo descansar, colocar a leitura em dia e me organizar. Enquanto isso, mandem-me energia positiva que estou precisada!

Anúncios

5 comentários sobre “Resumão: março da depressão

  1. Ei Dani :)
    Amei essa imagem, sabe que essa filosofia é incrível? Eu tomei ela pra mim no início do ano. Era dia 1° de janeiro, fim do dia, e meu tio disse: “2014!! Pensa num ano bom, que não decepcionou ninguém ainda”, e eu parei pra pensar e achei fantástico. Pensar em cada dia então, melhor ainda! Vou exercitar e acordar pensando: “gente, que delícia de dia, nada deu errado ainda!” HAHAHA!
    Beijos!

  2. Oi Dani! Estou torcendo para que este mês seja mais leve. Março foi muito agitado, mesmo vindo de feriados como carnaval… Enfim, espero que dê tudo certo por aí e por aqui. Hehe
    Beijo!

  3. Eu nunca gosto de março, ele é o mês que antecede meu aniversário e por mim, podia passar voando. Sei que sou louca e uma das poucas que gosta, mas AMO fazer aniversário <3
    Que esse mês seja ótimo, tanto pra mim quanto pra ti e todo o mundo!
    Beijos

    Lovely Evv

  4. Março parece ter sido complicado mesmo pra você, mas que bom que Abril chegou e com ele o feriadão da Semana Santa, vai dá pra dar uma boa relaxada ;D
    Vendo seu resumão percebi o quão ausente estou daqui. Vou dá uma olhadinha nos posts antigos, principalmente nos feministas, me interessei pelos títulos..

    Beijo Dani!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s