Linkagem de Segunda #31

A vida segue complicada. Mais complicada do que nunca. Mais complicada do que meu eu dramático, ansioso e pessimista poderia prever. E eu sigo ora fazendo tempestade em copo d’água, ora tendo crises de ansiedade absolutamente justificáveis. Muitas vezes, lido melhor do que esperava com os problemas; mas outras vezes, me pego completamente perdida e sem saber o que fazer. Só que agora eu decidi que, justamente porque a vida não tem pegado leve comigo, é que eu tenho que fazer justamente isso. A verdade, migos, é que são pouquíssimas as pessoas que se importam com a gente e mesmo elas nem sempre conseguem facilitar as coisas pra nós. O mundo vai enfiar obstáculos no nosso caminho o tempo todo e, se a gente não for bacana consigo mesmo e não se ajudar, só vai ficar mais difícil. Hoje, decidi que eu vou me esforçar justamente para isso: para ser a melhor pessoa possível para mim mesma. Eu me esforço tanto pra ser bacana com os outros, por que mesmo eu não faço isso para mim mesma?

O que isso tem a ver com a linkagem de hoje? Não muito. O fato de minha vida continuar uma loucura justifica o número razoavelmente baixo de links. E o fato de eu estar começando a buscar uma nova postura diante dos problemas foi o que me fez pensar que, não, o mundo não vai acabar se eu parar meia horinha para produzir um post pro blog e é por isso que esta linkagem está indo ao ar hoje, no dia certinho.

Não vou falar muito sobre os links porque acho que os títulos falam muito por si só. Boa leitura!

Feminismo(s)

Conquista: substantivo feminino, Heleni Andrade, na Capitolina 

Você faria papelão? A Betty Faria, Polly no Lugar de Mulher

O papel de gênero é descartável, a minha identidade de gênero não, Daniela Andrade no Não me Kahlo

Querida feminista branca, não seja barraqueira, Thiane Neves Barros no Blogueiras Negras

[vídeo] Sem pressão, Jout Jout Prazer

Metalinguagem

A blogosfera atual e “why we can’t have nice things”, Duds Saldanha no Medium 

O que o BEDA me ensinou sobre a blogosfera atual, Anna Vitória no So Contagious

Sobre blogar da maneira que me convém, Mariany Gomes 

Utilidade pública

How to teach yourself to be a morning person, Amelia Diamond no Man Repeller

Organizando seus estudos na faculdade de acordo com o GTD, Thais Godinho no Vida Organizada

Aprenda GTD: como fazer a coleta, Thais Godinho no Vida Organizada 

Como descobrir blogs sensacionais, Amanda Arruda

[vídeo] O drama que cura, Jout Jout Prazer

Anúncios

Um comentário sobre “Linkagem de Segunda #31

  1. Seu post se encaixou na minha vida, especialmente nas partes de ansiedade e de que ninguém se importa – e mesmo quem se importa não pode fazer muita coisa por você. A verdade é que com a mudança de estados e a distância, a gente acaba vendo quem realmente faz falta e quem sente falta de você. A vida é difícil pra todos, sei que não posso e não devo esperar muito dos outros. Aliás, a expectativa é a minha pior inimiga. Mas dá aquela sensação de abandono, entende? Certas coisas não tem como evitar.

    Mas, brother, faça coisas bacanas pra você também, se não, e aqui cito Paulo Mendes Campos, “acabarás louca”.

    Agora vou dar uma olhada nos links :)

    Beijos!

    A tal da Vivian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s