Mas já desistiu do BEDA?

Há, NÃO.

No último post, eu comentei por aqui que talvez não tenha sido uma ideia muito inteligente me comprometer com posts diários aqui no blog durante este mês por n motivos. Daí fiquei sem postar nos dois dias seguintes e quem não viu este tweet, avisando que eu tava meio offline, pode ter achado que eu desisti e nem dei as caras para avisar.

Quem me segue no Instagram, deve ter visto que eu estava em Poços de Caldas/MG. Todo ano a igreja da minha mãe (minha mãe é evangélica) faz este grande evento por lá e todo ano meu pai a leva para fazer companhia na viagem (meu pai não é). Este ano, como eu estava livre no final de semana do dito evento, fui convencida a ir também, para fazer companhia aos dois e conhecer a cidade.

Minha intenção era escrever os posts dos dias em que eu estaria fora com antecedência e deixá-los programados para ir ao ar nas datas corretas. Só que a semana que antecedeu a viagem foi “curta”. Na segunda-feira, eu amanheci em São Carlos, porque fui fazer um concurso lá, e passei a tarde na estrada, voltando para casa. Como partimos na sexta-feira de manhã, eu tive exatos quatro dias para desfazer uma mala e preparar outra, o que significa, entre outras coisas, lavar e passar roupa, checar as checklists muitas vezes para garantir que não esqueci nada e ainda ajudar minha mãe com as malas dela e do meu pai, já que eu tenho mais experiência com o assunto, vivendo na estrada nos seis anos de faculdade. Nestes quatro dias, também trabalhei em todos os meus outros projetos e tarefas, principalmente fazendo muitas inscrições em programas de trainee e muitas provas online. Cheguei a trabalhar bastante de madrugada porque é quando meus pais estão dormindo e as interrupções são menos frequentes. Nisso, na véspera da viagem, eu estava extremamente cansada. Depois de fazer minha mala, me sentei em frente ao computador para trabalhar nos posts para os dias seguintes e não consegui.

Na manhã seguinte, antes de pegar a estrada, fiz mais uma tentativa de adiantar os posts, mas minha mãe precisava da minha ajuda para terminar de fazer as malas e preparar tudo antes de partir, então também não rolou. Então, coloquei o computador na mala e decidi que tudo bem, eu escreveria do hotel. Internet de hotel costuma ser ruim, especialmente quando o lugar está lotado, mas eu estou acostumada com conexão merda, então novamente, tudo bem.

O que eu não esperava é que a conexão fosse tão merda. O wi-fi simplesmente não funcionava dentro do quarto e, por alguma razão misteriosa, o sinal do meu celular também sumia dentro das dependências do hotel. Nas áreas comuns, o sinal do wi-fi chegava, o que me permitiu capturar um ou outro pokémon e me comunicar da forma mais capenga possível com o mundo, mas só isso.

Ainda não sei se vou simplesmente ignorar estes dois dias sem posts ou se tento compensar de alguma forma, publicando mais de uma vez por dia ou estendendo o BEDA para além de agosto. O que vocês acham?

Como ninguém reclamou do último post espontâneo, sem tema pré-definido, nem revisão, pelo contrário, estou me dando a liberdade de postar mais um e quem sabe tornar estes posts orgânicos e oldschool algo mais frequente neste blog que é, afinal de contas, bastante orgânico e oldschool.

Anúncios

4 comentários sobre “Mas já desistiu do BEDA?

  1. HAAHAHAHAHAAH que maratona guria!
    Eu não passei nem um dia mais ou menos conectada mas também não escrevi pro BEDA nesse final de semana, mesmo não tendo tantas coisas a fazer às vezes o cérebro precisa de um descanso pra poder produzir né? Eu ainda fiz um post ontem que era pra sábado, então vou tentar fazer dois hoje, mas não to morrendo de culpa não! Espero que o final de semana tenha sido bom pelo menos pra você descansar (:

    beijo!

  2. Uma vez eu estava numa viagem de família e tinha um trabalho para entregar na universidade. Combinei de mandar por e-mail para um amigo que iria imprimir e entregar por mim. Mas a internet era tão fraca que nem chegava no quarto também. Tive que ficar no sofá do hall, com o computador queimando as pernas, para conseguir pegar o sinal e enviar meu trabalho. Graças a Deus deu tudo certo e não fiquei com zero na matéria!

    Incidentes acontecem, né? Ainda bem que flexibilidade é uma das coisas que a gente acaba aprendendo quando estuda para concursos públicos. Não deu para fazer na hora programada, tudo bem, o importante é não deixar de fazer em outra hora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s