Tag: minha história em dez músicas

Esta tag foi criada pela Bruna Vieira do Depois dos Quinze inspirada por uma das minhas cenas favoritas de um dos dos meus filmes favoritos:

Nesta cena de Begin Again, Dan (Mark Ruffalo) diz à Gretta (Keira Knightley) que você pode dizer muito sobre alguém baseado nas músicas que ela ouve. E ele tem razão. Portanto, julguem-me:

Uma música que te lembre um momento bom: Dancing Queen, ABBA

Eu poderia escolher várias músicas que me lembrem de momentos específicos, mas decidi escolher uma única música que me lembra de muitos momentos bons, especialmente com a Cúpula do Mal (a Lari e a Tety) – como por exemplo aquele meu aniversário em plena temporada de vestibulares em que elas apareceram aqui em casa com uma garrafa de vinho, pedimos uma pizza, assistimos Mamma Mia pela primeira vez juntas e juramos amar Meryl Streep e Abba para sempre.

Uma música que te faz dançar na balada: Shake It Off, Taylor Swift

Primeiramente, fora Temer vamos começar dizendo que balada é uma palavra horrível e este blog se recusa a usá-la, o que não chega a ser um problema porque sou muito mais uma pessoa de pipoca e Netflix ou, no máximo, um barzinho com umas comidas de boteco e umas caipirinhas (ou uns choppinhos ou umas cervejinhas). Porém, Shake It Off da nossa polêmica miga Taylor é uma das poucas músicas que conseguem me fazer arriscar dançar em público.

Uma música que foi tema de algum relacionamento: Um Certo Alguém, Lulu Santos

Não vou falar de ex no blog, tá bem? Então tá bem.

(Mas a música é um amorzinho, então escutem.)

Uma música que sempre te faz chorar: Todo o Sentimento, Chico Buarque

No geral, não é bem uma determinada música que me faz chorar, mas uma combinação da música certa com o momento certo (geralmente quando a música certa encontra a bad). Mas Todo o Sentimento tem essa característica esquisita de sempre me fazer chorar. Inclusive, já falei isso neste post aqui.

Uma música que seria toque do seu celular: Highway to Hell, AC/DC

Essa pergunta me fez me sentir meio velha porque me lembrei dos ringtones polifônicos dos meus primeiros celulares e de quando ganhei meu adorado Motorola V3 (!!!) e meu mundo mudou porque era possível usar toques mp3. Foram muitas músicas do Bon Jovi e de outras bandas (especificamente) de rock até o dia em que esqueci de colocar meu celular no silencioso e Highway to Hell começou a tocar no último volume durante minha primeira prova de cálculo. Desde então, nunca mais usei músicas como toque de celular (ou esqueci de colocar meu aparelho no silencioso antes de aulas/provas).

Uma música que você gostaria de tatuar: Roda Viva, Chico Buarque

(Tive que colocar um vídeo das Mulheres de Hollanda porque já tive o prazer de assistir a um show delas e elas são absolutamente maravilhosas ♥)

Uma das minhas coisas favoritas sobre esta música do Chico é o fato de muita gente a interpretar “incorretamente”, achando que ele se refere à ditadura militar quando fala da roda viva que carrega o destino, a roseira, a viola e a saudade pra lá, enquanto ele está falando, entre outras coisas, da sua inesperada e repentina fama, com o estouro de A Banda em 1966, que mudou sua vida em muitos aspectos. Roda Viva é sobre a vida e as voltas que a vida dá. É sobre nossa insistência em tentar controlar o incontrolável.

Uma música que te deixa com vontade de ficar com alguém: Love me back to life, Bon Jovi

Desculpa, sou brega.

Uma música na qual você está viciada agora: Dançando, Agridoce

Descobri a dupla Agridoce, formada pela Pitty e pelo Martin Mendonça, recentemente e estou apaixonada pelo álbum que eles lançaram em 2011 (dá para ouvir no Spotify).

Uma música que faz as pessoas lembrarem de você: Dani, Biquíni Cavadão

Geralmente, qualquer música do Bon Jovi ou do Chico Buarque fazem as pessoas se lembrarem de mim pois fangirl, mas Dani é mais óbvia e irresistível porque é adoravelmente constrangedora.

Uma música que defina sua vida: Ovelha Negra, Rita Lee

Tá fácil, hein? Escolhi Ovelha Negra porque, bem, assim como muitas outras, faz sentido e é uma das minhas favoritas.

Lembro que quando eu tinha uns 15 anos, meu pai virou pra mim e disse: “filha, você é a ovelha negra da família, mas olha pelo lado bom, agora você pode botar esta música no seu orkut”. Bem, ela tá no minha bio do Twitter até hoje.

Bem, esta sou eu, ou pelo menos um pedacinho de mim em 10 músicas. Se quiser fuçar mais na minha playlist e tiver um perfil no Last.FM, me adiciona por lá. Ou ainda, me segue no Spotify!

Salvar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s